All posts by dwinders

Itália

Chamonix foi tão bonito que planeámos 5 dias, no fim ficámos 10. Não perdoámos o tempo, nem perdemos!

IMG_2086.JPG

Itália a fundo, a Dwinder finalmente ultrapassa camiões a descer os Alpes e nem se lembra dos barulhos estranhos, temos de varar o país rápido porque já estamos atrasados para o trabalho na Eslovénia daqui a 4 dias e Veneza ainda está por ver. Onde vamos dormir? Num lago! O Google Maps desta vez não nos falhou. Lago di Gardi, estonteantemente bonito e com lontras.

Lago di Gardi (6 of 8)

Para quem gosta de se banhar em lagos em Itália este não podem perder. Para além de estar rodeado de relva e jardins, é gigante e dá para passear de barco. Aconselhamos!

Veneza, cidade bela, única, irreverente. Canais, gôndolas, pizzas! Itália passámos de raspão, no entanto tivemos de parar em Veneza para a apreciar de perto, de tão perto que íamos lá ficando, mas isso é outra estória.

Venice (13 of 11)

Estacionámos a caravana num parque em Mestre e fomos ver Veneza. Perdemo-nos nas ruas, comprámos máscaras, não andámos de gôndola e cumprimos o nosso objectivo que era chegar ao outro lado da ilha a pé: até à praça de San Marco! Jantámos pizza ao som de acordeão, tudo muito agradável.

Venice (11 of 11)

No entanto, Veneza quando cai a noite, torna-se um bocadinho diferente. As vielas estão vazias e escuras. O caminho pelo qual viemos é diferente, os barcos são raros. Gondolas nem vê-las. Salvo algumas ruas principais que têm alguns bares e alguma espécie de movimento, tudo o resto parece adormecido, fantasmagórico por volta das 2 horas da manhã, por aquelas bandas. Um verdadeiro desafio para a orientação de um indivíduo sem mapas, nem Maps. Mas nem foi por isso que íamos lá ficando…

21273131_10154883672093730_678932876787388102_o

Advertisements

Veneza

3 da manhã – chegámos a casa! Depois de apanharmos um dos últimos eléctricos para Mestre.

“- CADÊ AS CHAVES DO CARRO?” – revirar tudo. Mochilas, sacos, bolsos, casacos! Nada. Embora para Veneza fazer todo o percurso que fizemos em 12h. Há uma noção de que “podem estar naquela praça que eu tirei a carteira, lembras-te??” – Tomates!!

4h da manhã, ruas vazias, mas pouco interessa, melhor ainda, estamos em missão. Amanhã temos de ir para a Eslovénia, sem falta!! “-SEM CARRO??!”

Eis a praça que eu tirei a carteira, naquele banco e “F###-se estão ali!!!!”

5h da manhã – chegámos a casa.

Boa noite Veneza!

França

Empuria ficou para trás e nós para diante. Estamos em França, rumo a Aix-en-Provence, sentimo-nos confortáveis a passar a fronteira no meio de caravanas francesas. Nem olharam para a matrícula.

Aix-en-Provence é uma cidade universitária situada no sudeste de França, perto de Marselha, conhecida pelos famosos campos de Lavandas a perder de vista. Muito Bonito!

Em 2013 foi considerada Capital Europeia da Cultura e não nos admira porquê!

Estrada para que te queremos? Para chegar a Chamonix – Mont Blanc: o paraíso em Terra para amantes de adrenalina e queijo.

Chamonix (8 of 7)

Porquê queijo? Como planeado, fomos visitar amigos e ex-colegas de trabalho e não nos podiam ter recebido de melhor forma: RACLETTE! Desconhecíamos completamente esta deliciosa faceta da gastronomia francesa. Estamos basicamente a falar de 10kg de queijo do melhor acompanhado com batata cozida e carne curada.

forest (1 of 1)

Para a malta da adrenalina basta dizer que Chamonix é a meca dos desportos de Ar Livre, seja verão ou inverno. Desde parapente a montanhismo, passando por todas as actividades derivadas da primeira e incluindo todas as vertentes da segunda. Façam as contas. Claro que paraquedismo, hóquei no gelo, ski, snowboard, downhill também é possível mas é para meninos. (estou a brincar!)

Seb (5 of 21)

Tudo isto com a agravante que no verão se tiverem uma carrinha/autocaravana é possível ficar no vale gratuitamente e ninguém vos chateia.

Chamonix (7 of 7)

No inverno não sabemos, mas calculamos que para além de ser péssima ideia, sem dúvida que isso seria a actividade mais radical a praticar, tendo em conta que estão -15º e há neve até 2 metros de altura do dia para a noite. Boa sorte e VIVE LA FRANCE!!

Espanha

Portugal, jardim à beira-mar plantado (poético!), aí tudo começou, mas desta vez saímos por terra em direcção à capital espanhola, sem intenções de a visitar. Estamos fartos da vida das grandes cidades, queremos vida de mato, habitat natural.

Lillo, vila pacata nos arrabaldes de Madrid (cerca de 100Km a Sul): “bocadillos de jamón serrano y queso” a não perder e para quem gosta de se atirar de aviões a Skydive Lillo é uma zona a visitar. Pilatus Porter a 13000 pés, malta divertida e tandems à balda. Check!

No entanto, como nós queremosé FUN não nos demos por satisfeitos e rumámos então para DZ capital do FUN:

Skytime Castellon! Sem dúvida das melhores DZ’s que visitámos. A zona fica na PRAIA, literalmente. Basta ter-se mais de 100 saltos e pode-se aterrar na praia sempre que se quiser. Descomplicado!!

Skydive Castellón

Pilatus Porter + 7 fun jumpers = FUN o dia inteiro!!

Portanto amigos pára-quedistas e “pára-turistas”, já sabem.

Empuriabrava dispensa apresentações no que toca a saltar de aviões, como tal fomos lá para andar de barco!

IMG_7967
Shaun, Emily, Nuno

Empuriabrava é uma cidade no nordeste de Espanha com cerca de 80,000 habitantes no verão e é famosa pelos seus canais e a sua baía mediterrânea, espectacular para desportos aquáticos e para estar de “papo para o ar”. Nas proximidades existem outras localidades igualmente bonitas como Roses e Sant Marti D’Empuries.

Em Espanha foi assim e para terem uma ideia mais detalhada aqui vos deixo a Odisseia de Empuria. Olé!

Odisseia de Empuria

A caminho de Castellón a “alavanca das mudanças” treme por todo o lado em baixas rotações. Mas treme tanto que parece que a carrinha se vai desmontar toda! Nessa mesma altura, Shaun The Prawn, um grande amigo nosso, telefona-nos a dizer que já está à nossa espera em Empuria. Coincidência ou não, foi mecânico os últimos 10 anos da vida dele.

Chegámos a Empuria e claro que ele deu uma vista de olhos na máquina. Descobriu que o parafuso que conecta a caixa de velocidades ao motor estava solto – “Mate, the most important bolt was loose!!” – Riu-se e apertou-o. No entanto precisamos de uma caixa de velocidades nova. E aqui começa:

  • Hola, buenos dias! Yo estoy buscando por una caja de cambio para una camper Fiat Ducato de 1987. Tienes algo?
  • 87? ocho, siete? Furgoneta? Hombre eso solo encuentras en Barcelona. AutoRec es un taller de furgonetas y camiones. Toma el numero.
  • Gracias!!

Barcelona. Fantástico!

  • AutoRec!!
  • Hola, buenos dias estoy buscando una caja de cambio para una Fiat Ducato de 87 tengo el numero de serie a cá.
  • Buenos dias! Dime la referencia, por favor.
  • 22667834
  • Un momento por favor! …Nosotros vamos buscar se tenemos algo. Dime tu nombre e telefono.
  • Nuno y +351…
  • Muy bien Bruno, te vamos contactar.

Isto ao meio-dia.

Fomos almoçar, praia, andar de barco (“que eles ainda não ligaram”). Mas tudo tem um limite. O nosso foi às cinco da tarde, depois da siesta:

  • Hola! AutoRec…
  • Hola, yo hay contactado al medio dia por que estoy buscando una caja de cambio para…
  • Exportacion ou Nacional?
  • Nacional!!
  • Voy transferir, un momento

           

  • Hola, estoy contactando por que estoy buscando una caja de cambio para una Fiat Ducato. Yo hay contactado al medio dia y me han dito que me contactarían pero que se queda tarde para ir hasta Barcelona hoy buscar la pieza.
  • Muy bien, cual e el numero de referencia?
  • Te lo de! Es el 22667834
  • Eso no e el numero de referencia hombre. Tiene que ter una letra y menos numeros.
  • Mira, esto son los únicos numeros que miro en la caja!!!
  • Non!!! Tienes que mirar mejor.
  • Vale, ya te llamo de nuevo.
  • Vale, dice para hablar con Bernard!
  • Vale!

(…)

  • Hola Bruno!
  • Hola! Quiero hablar con Bernard por favor.
  • Hola Bruno.
  • Soy Nuno. Non hay ningún numero más. Solamente eso.
  • Vale, tengo una caja a cá de una Citroen C25, es el mismo motor, deve ser compatible.
  • Perfecto!! Quando a puedo ir buscar?
  • Amañana!
  • Quanto custa la caja?
  • 350 €!
  • AHH??!
  • Sin IVA. Con IVA 423€. Es una pieza rara!
  • Muy bien Bernard te llamo amañana. Muchas gracias!

Espera aí…

423 euros para a caixa, mais 150 euros para um mecânico a trocar. Estamos a falar de 570 euros e ainda nem chegámos a França. Naa.. vai até partir que custa o mesmo! E assim foi.

No dia seguinte arrancámos para Chamonix. Passados 300km deixou de fazer barulhos estranhos. Está nova. Era o parafuso.

Thank you Shaun

(ATENÇÃO: Este texto está escrito em Portuñol, hermanos!)

GIRAMUNDO